As surpreendentes vantagens dos bilíngues

Todos sabemos que falar outro idioma, principalmente inglês, nos traz muitos benefícios: curtimos nossas viagens internacionais sem perrengues; entendemos as piadas dos filmes estrangeiros; conseguimos salários mais altos; temos acesso a livros, sites e outros conteúdos disponíveis somente em inglês. Mas existem algumas vantagens que os bilíngues têm que a maioria das pessoas não faz ideia.

Nesse artigo, você conhecerá algumas dessas vantagens, e provavelmente pensará melhor sobre o assunto, especialmente se você ainda não fala um segundo idioma. Os benefícios são muitos e acredita-se que os estudos mais recentes ainda estejam enxergando somente a ponta do iceberg em relação aos benefícios.

Muitos pais não fazem ideia

Quando eu era criança, minha mãe me matriculou em uma escola de inglês. Na época, ela não imaginava que, ao aprender uma nova língua, a forma como meu cérebro iria se desenvolver mudaria. Que ele iria trabalhar diferente dos cérebros dos meus amigos monolíngues. Que minha capacidade de aprendizagem também mudaria. Que eu iria raciocinar de forma diferente. Que meu cérebro seria mais saudável. Thanks mom!

Falar duas línguas ou mais influencia a forma como pensamos. A melhoria na capacidade cognitiva é um dos benefícios. Outra vantagem é que nossa memória tende a melhorar significativamente também. Sofremos até influencia em nossa personalidade. É comum os bilíngues e poliglotas terem uma personalidade diferente de acordo com o idioma que está em uso. É como se duas ou mais personalidades habitassem o mesmo cérebro e fosse acionada de acordo com o idioma em ação

Exercite seu cérebro, resista aos efeitos da velhice

Assim como os músculos do nosso corpo, o cérebro precisa se exercitar constantemente para manter-se em forma. Uma maneira excelente de se fazer isso é aprender outro idioma.

Ao aprender uma nova língua, você ajuda seu cérebro a resistir aos efeitos da velhice. Há evidências, de acordo com cientistas, que falar uma segunda língua protege nossa mente da deterioração causada pela idade. Além disso, praticar regularmente outro idioma atrasa, ou até mesmo evita, doenças degenerativas como demência e Alzheimer. Estudos mostram que os bilíngues apresentam sintomas visíveis do Alzheimer cinco anos mais tarde do que os monolíngues. Não há medicamento algum existente hoje capaz de fazer isso.

Bialystok e seus colegas mostraram isso em 2007 quando coletaram dados de 184 pessoas diagnosticadas com demência, metade delas era bilíngue. Incrivelmente os sintomas surgiram quatro anos mais tarde entre os bilíngues quando comparados aos monolíngues. O estudo foi feito novamente em 2010 com outras 200 pessoas que tinham Alzheimer. O resultado foi similar. Somente cinco anos mais tarde houve manifestação dos sintomas entre aqueles pacientes que falavam mais de um idioma.

Outro estudo realizado na Escócia, mais precisamente na Universidade de Edinburgh, também mostrou que os monolíngues sempre perdem capacidades cognitivas antes dos bilíngues. Os idosos, que eram bilíngues, apresentaram melhores resultados em diversos testes, mas principalmente em testes de atenção e foco.

Melhores habilidades sociais

O bilinguismo também melhora nossas habilidades sociais. Psicólogos da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, descobriram que pessoas bilíngues tem uma perspectiva cultural diferente, por isso tendem a ter mais empatia e a mente mais aberta.

Ser bilíngue nos torna mais abertos a novas ideias, nos deixa mais liberais, faz com que nos sintamos mais conectados a outras culturas.

Ser bilíngue é ser mais cool.

Cultura e criatividade

Ser bilíngue faz com que você seja inevitavelmente exposto a outras culturas. Assim, ao aprender um novo idioma, você automaticamente é influenciado por uma nova cultura.

Mesmo sem visitar o país, você irá assistir a filmes, seriados, ler livros, sites, revistas. Enfim, seu contato com a cultura estrangeira vai influenciar a sua forma de pensar. Vai te tornar mais flexível e criativo. Caso você viaje ou até mesmo more em outro país, essa influência será ainda maior.

Quando bilíngues se deparam com um problema, tendem a analisá-lo melhor e por diversas perspectivas. Por isso, tendem a encontrar uma solução mais criativa e eficaz do que os indivíduos monolíngues.

Seja bilíngue, seja mais inteligente

Os resultados do estudo realizado na Escócia (citado acima), demonstraram que ser bilíngue turbina sua inteligência, mesmo que o segundo idioma tenha sido aprendido somente depois de adulto. No estudo, os pesquisadores compararam testes de inteligência de cerca de 260 pessoas, que responderam o primeiro questionário quando tinham 11 anos e o segundo, aos 70 anos de idade. O grupo apresentou habilidades cognitivas bem melhores do que as registradas na infância.

O estudo levantou uma questão bem interessante: se as pessoas eram mais inteligentes e, por isso, aprenderam uma segunda língua, ou se ao aprenderem outro idioma, tornaram-se mais inteligentes. Segundo Thomas Bak, do Centre for Cognitive Ageing and Cognitive Epidemiology, o padrão revelado pelo estudo mostra que as pessoas ficam mais inteligentes ao se tornarem bilíngues, e não o contrário.

Os resultados foram os mesmos para as pessoas que haviam aprendido o idioma na infância e as que só começaram a estudar outra língua na idade adulta. Portanto, não importa a sua idade, nunca é tarde para aprender um novo idioma e elevar a capacidade do seu cérebro.

A memória e o bilinguismo

Aprender e praticar um novo idioma são excelentes maneiras de turbinar sua memória. Quanto mais exercitamos nosso cérebro, mais exercitamos nossa memória. Fazemos isso porque para aprender e treinar uma nova língua realizamos diversas tarefas hardcore como: a aquisição de vocabulário novo, prática de estruturas já conhecidas e memorização de estruturas novas, e novos sons com pronúncias diferentes da língua materna. Enfim, temos que usar bastante nossa memória ao aprender e praticar um novo idioma. Portanto, ser bilíngue faz você treinar sua memória constantemente, deixando-a cada vez melhor.

Multitasking

Multitasking é a habilidade de conseguir realizar diversas tarefas ao mesmo tempo. A capacidade de conseguir mudar de um padrão de pensamento para outro, de mudar facilmente o foco de uma coisa para outra.

No português essa habilidade é muitas vezes chamada de multi-tarefas. É uma das habilidades em que as pessoas bilíngues mais se destacam. De acordo com a Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, os bilíngues exercitam constantemente a mudança de um padrão de linguagem para outro, logo têm mais capacidade de mudar rapidamente a sua estrutura de pensamento e até mesmo se dedicar a vários projetos ao mesmo tempo.

Estudos mostram que bilíngues conseguem fazer algumas coisas simples do dia-a-dia bem melhor que seus colegas monolíngues. Por exemplo, quem fala mais de uma língua consegue dirigir e conversar com os passageiros ao mesmo tempo, sem perda de qualidade no controle do veículo. Um dos estudos da Universidade de York, no Canadá, mostrou que os monolíngues tiveram um resultado inferior ao realizar atividades como essa. Portanto, ao pegar um Uber e perceber que o motorista fala somente português, evite puxar assunto, rs. Será mais seguro não conversar com ele.

Bem-vindo ao bilinguismo

Muitos dizem que é melhor aprender outros idiomas quando criança. Isso faz sentido, pois vários estudos mostram que até a parte do cérebro usada pela criança, que está aprendendo uma nova língua, é diferente quando comparada a de uma pessoa que começou a aprender um novo idioma na idade adulta. Portanto, a hora de incentivar seu filho e as crianças que te rodeiam a aprender uma nova língua é agora. Quanto antes melhor.

Mas, é importante frisar que, aprender uma nova língua na idade adulta irá fazer muito bem ao seu cérebro. Melhorará sua capacidade cognitiva e sua memória consequentemente, além de despistar doenças degenerativas como o Alzheimer. Não importa sua idade, é sempre possível aprender um novo idioma. Você vai curtir os benefícios que você vai ter ao se tornar bilíngue.

A única coisa que não vale é estudar um segundo idioma durante um período da sua vida e nunca mais praticá-lo. O efeito disso será como praticar esportes na adolescência e parar ao chegar à idade adulta. Seus músculos irão atrofiar. Seu cérebro também.

Quando falamos dos benefícios do bilinguismo, apesar dos avanços recentes e estudos modernos, os pesquisadores podem estar vendo apenas a ponta do iceberg. A gama de benefícios a ser descoberta ainda está só no início. Mas só pelas vantagens já descobertas vimos que vale muito a pena. Não espere mais. A hora é agora.

Espero poder te ajudar nessa jornada através das dicas encontradas aqui no GoLearners e também através das minhas aulas particulares. E se houver outras dúvidas, espero poder ajudá-lo também, será um prazer. Escreva nos comentários abaixo. Bem-vindo ao bilinguismo.

Compartilhe esse artigo com seus amigos e familiares que não conhecem os benefícios do bilinguismo. Ajude-os a entender essa transformação toda que ocorre conosco.

“If you talk to a man in a language he understands, that goes to his head. If you talk to him in his own language, that goes to his heart.” -Nelson Mandela

Click to Tweet

Do you have any questions?

Para ver mais posts como esse se inscreva aqui. Mantenha seu inglês atualizado recebendo nossos posts atuais semanalmente.

Compartilhe esse post com seus amigos que estão aprendendo ou aperfeiçoando o inglês clicando nas redes sociais abaixo.

Não se esqueça de curtir a nossa página no Facebook. Ajude-nos a continuar trazendo conteúdo relevante e de qualidade!

About the Author

Co-fundador, editor chefe e criador de conteúdo aqui no GoLearners. Professor de inglês desde 1996 e especialista em aulas particulares personalizadas desde 2006.

Leave a Reply 2 comments