A tradução simultânea e a meia verdade

Você trabalha em uma empresa multinacional. A concorrência é grande e nenhuma oportunidade pode ser perdida. Daí boom!!! A oportunidade para você se destacar dentre os concorrentes apareceu: um curso que fará você se destacar da manada! Mas epa! O curso será todo ministrado na língua inglesa. Mas calma! Ele terá tradução simultânea. Eis aí a sua boia de salvação!

Muito bem. Você se matricula no curso e, no primeiro dia de aula, encontra alguns colegas de trabalho (e concorrentes) que também querem se diferenciar no mercado. Todos eles falam inglês. Menos você. Mas você pensa confiante “Isso não será um problema pois o curso terá tradução simultânea e nós estaremos em pé de igualdade.” E o curso começa. Muitas aulas, teoria aos montes e você lá, acompanhando tudo com o seu lindo headset. Entendendo tudo, apesar de achar estranho, pois às vezes parece que algumas frases não se encaixam no todo e alguns conceitos soam estranhos dentro do contexto. Mas você está se esforçando e está entendendo tudo o que está sendo DITO.

Tudo beleza! Até que chega o momento das atividades práticas em grupo. Colocar a mão na massa. E aí você percebe um baita problema: os colegas de grupo começam a discutir algumas coisas, alguns detalhes que você não pegou, numa tal profundidade que você não alcançou. Mas como? Você entendeu tudinho o que estava sendo dito pelo INTÉRPRETE!!! Pois é. Foi esse o problema. Você conseguiu pegar e conseguiu entender tudo o que o intérprete pegou e entendeu, mas por não saber inglês e depender de outro para lhe passar as informações, você teve um déficit no conteúdo aprendido.

Esse texto é um exemplo de “ruído na comunicação”. E que pode acontecer em qualquer área e em qualquer curso. Mas por que? Muitas vezes porque o intérprete contratado não pertence à área e não tem conhecimento técnico do assunto discutido no curso e, numa explicação técnica, ele pode traduzir o que ele está entendendo e não necessariamente o que está sendo dito.

Por isso, nenhuma ferramenta pode substituir o seu conhecimento. Estude inglês e não se contente com meias verdades.

- Texto de Daniel Duenhas

Question: Você já teve alguma experiência similar com a tradução simultânea?

Para ver mais posts como esse se inscreva aqui. Mantenha seu inglês atualizado recebendo nossos posts atuais semanalmente.

Compartilhe esse post com seus amigos que estão aprendendo ou aperfeiçoando o inglês clicando nas redes sociais abaixo.

Não se esqueça de curtir a nossa página no Facebook. Ajude-nos a continuar trazendo conteúdo relevante e de qualidade!

Leia também:

About the Author

Co-fundador, editor chefe e criador de conteúdo aqui no GoLearners. Professor de inglês desde 1996 e especialista em aulas particulares personalizadas desde 2006.

Leave a Reply 0 comments